Acanor realiza 3º Encontro Região Oeste de Câmaras Mirins Rafael Battisti

A

Acanor realiza  3º Encontro Região Oeste de Câmaras Mirins

Através de parceria com a Escola do Legislativo da Assembleia Catarinense e a Câmara de Vereadores de São Lourenço do Oeste, a Associação de Câmaras Municipais do Noroeste de Santa Catarina (ACANOR) realizou no dia 07 de junho, no teatro anexo ao Centro de Eventos de São Lourenço, o 3º Encontro Região Oeste de Câmaras Mirins, com a participação de 12 municípios, reunindo 12 Câmaras Mirins e 01 Executivo Mirim.

            A abertura do evento contou com a presença de diversas autoridades: o prefeito e o vice-prefeito municipal Rafael Caleffi e Daniel Hippler, o presidente da Câmara Municipal vereador Agustinho Menegatti, o Secretário Executivo da ADR Walmor Pederssetti, o vereador Celso Bessegatto representando a Acanor, a senhora Lea de Medeiros, Gestora do Núcleo de Educação para a Cidadania da Escola do Legislativo da ALESC, o presidente do Instituto Cultural São Lourenço Rennã Fedrigo, a presidente da Câmara Municipal de Santiago do Sul vereadora Marissol Gentilini, a prefeita mirim de São Lourenço do Oeste e os presidentes de Câmaras Mirins.

            Na fala das autoridades foi destacada a importância de os municípios investirem mais em formação cidadã, especialmente para os adolescentes, para que estes se envolvam mais nas práticas de cidadania, participando e interagindo mais com os órgãos públicos, aprendendo e contribuindo no processo político/democrático.

            Já no início da programação de atividades, os participantes tiveram um momento cultural com os professores de música do Instituto Cultural, onde os professores Rennã e Endryk executavam o Hino Nacional com voz, violão e violino, e os professores Alex, de viola caipira, e Gilvane de acordeão, interpretaram alguns clássicos da música sertaneja raiz.

            A formação para os adolescentes legisladores e executivos mirins foi pautada nos temas: ética e cidadania com o mestre em educação e doutor em história da educação, professor Pedro Cabral Filho que abordou de maneira direta a importância dos jovens na política, contudo de modo ético, destacando ainda que, de qualquer forma, se deve respeitar as diferenças e a diversidade cultural existente no país. Outro assunto de grande destaque foi com a mestre em educação, professora Alcilea Medeiros de Cardoso, que trabalhou o papel do vereador, cuja atuação é bastante ampla e deve ser desenvolvida dentro da legalidade e dos princípios constitucionais e que regem a administração pública, repassando aos jovens as principais atribuições dos legisladores e seu comprometimento com a sociedade.

            Encerrando a formação, de maneira muito dinâmica, a Coach Vanilsa Pereira Silvano de Oliveira, que é especialista em consultoria organizacional e choaching, envolveu os participantes em atividades de argumentação e oratória, oportunizando aos mesmos ampliarem suas habilidades em comunicação, essencial para as atividades parlamentares e executivas, além de contribuir muito nos campos pessoal e profissional.

            Em sua avaliação, o secretário executivo da Acanor, que coordenou o evento, “esta terceira edição do encontro regional de Câmaras Mirins vem solidificar este projeto, até então único neste formato no Estado, e a cada ano tem ganhado mais participação e servido de fomento para que outros municípios criem seus Legislativos e Executivos Mirins, dado a importância de politizar os jovens e oportunizar aos mesmos expressarem suas opiniões e promoverem sugestões para os órgãos públicos, bem como prepará-los para a vida pública e política.”.

            Para a gestora do Núcleo de Formação para a Cidadania, da ALESC, professora Lea de Medeiros, “a Escola do Legislativo tem sido um grande instrumento de formação e capacitação, não apenas para os servidores públicos, mas para a sociedade toda, e há vários anos o núcleo vem trabalhando na criação de parlamentos jovens, e qualificando seus participantes, pois tem como missão contribuir na formação cidadã desses adolescentes para que cresçam conscientes dos seus direitos e principalmente de seus deveres enquanto cidadãos, que devem se participativos e atuantes em suas comunidades”.

            Acompanhou nos trabalhos realizados e representou a Câmara de Palma Sola a coordenadora do programa Parlamento Jovem, Maria Eduarda.

 

ASCOM/ACANOR